woohoo news

notícia


6/7/2012

Saulo Carvalho vence brasileiro de surf master em Itacimirim (BA)

Com sol, vento e boas ondas o paraibano conquista o título principal na segunda etapa do Brasileiro Master. Fábio Quencas (PE), Cláudio Marroquim (PE) e Mickey Hoffmann (SC) também saíram vitoriosos. O Mahalo Festival prossegue até domingo (8), com provas


Em uma final composta por dois baianos, um paraibano e um catarinense, Saulo Carvalho, da Paraíba, se deu melhor na praia de Itacimirim, Camaçari (BA), no início da tarde de hoje (5). Ele faturou o título da segunda etapa e assumiu a ponta do ranking brasileiro, na categoria master (acima dos 35 anos). Na super master (acima dos 40), na kahuna (acima dos 45) e na grand kahuna (acima dos 50) quem subiu no lugar mais alto do pódio foram os pernambucanos Fábio Quencas e Cláudio Marroquim e o catarinense Micky Hoffmann, respectivamente.

Apesar do vento forte, o sol brilhou em diversos momentos, as ondas aumentaram e alguns dos melhores surfistas do país com idades acima dos 35 anos proporcionaram um belo espetáculo para o público que compareceu à praia do ‘Hotel Antigo’, em Itacimirim. O Brasileiro Master fez parte do Mahalo Bahia Festival Surf 2012, que segue até o próximo domingo (8) e terá ainda mais duas competições nacionais.

Amanhã entram na água os melhores atletas de longboard (pranchão) do país para a quarta etapa do brasileiro profissional da categoria e no sábado começa a segunda etapa do brasileiro de stand up (prancha com remos). Os campeões das duas modalidades serão conhecidos no domingo.

Saulo Carvalho domina - Finalista da abertura do circuito, Saulo Carvalho não vacilou desta vez e venceu de maneira brilhante a prova. Demonstrando frieza e estratégia o baiano Marcelo Alves escolheu bem a primeira onda e largou com 6 pontos. Mas logo em seguida Saulo Carvalho alcançou as melhores notas da competição com manobras modernas.

Carvalho fez um 9,93 e em seguida um 9,83 pontos. Ele fez o score recorde de 19,76 pontos (de 20 possíveis) e sacramentou a disputa. Marcelinho Alves ficou em segundo, Takito Adachi, também da Bahia, ficou na terceira colocação e o catarinense Roni Ronaldo finalizou a prova na quarta posição.

“Estou muito feliz. Esse é meu primeiro ano de master e estou começando bem. NA primeira prova não conquistei o título mas agora a vitória veio de forma incontestável”, comemora Carvalho. Nunca tinha competido aqui, mas consegui me adaptar bem às ondas locais”, explica o campeão.

Grand Master – A disputa da final entre os surfistas acima dos 40 anos seguia morna até os sete minutos, quando o cearense Cardoso Júnior, que fazia a sua segunda decisão consecutiva, fez uma onda de 7 pontos, passou da quarta para a segunda posição e incendiou a decisão da Grand Master. Em seguida fez 3,87 em seguida e assumiu a ponta.

O baiano Estras Santos e o pernambucano Fábio Quencas ficaram em terceiro e quatro, necessitando de notas acima de 5 e 6 respectivamente. Até que há 2 minutos do fim Quencas fez uma onda 7,03 pontos e conquistou o título da Gran Master. “Acreditei até o final e a onda veio. Tive frieza e mandei ver”, vibrou Quencas, com um largo sorriso no rosto.

Kahuna – Na disputa da bateria decisiva para atletas com idade acima dos 45, estava na água o campeão da primeira etapa, o ilheense Gabriel Macedo. O baiano tinha pela frente o perbnambucano Cláudio Marroquim, o cearense Cardoso Júnior, e o carioca Sérgio Penna.

Na primeira onda do pernambucano Marroquim, ele fez logo 6 pontos e passou a ficar em situação confortável. Macedo fez uma onda 5,33 e uma 4,67 pontos, passou a liderança e deixou o pernambucano precisando de um 4. Mas logo em seguida Marroquim fez um 5,9 e voltou a liderança até o final. Macedo ficou dependendo de uma onda 6,57 pontos, só que ao invés de conquistar a liderança, foi ultrapassado por Sérgio Penna. Cláudio Mrroquim sacramentou o título e comemorou bastante.

Grand Kahuna – Entre os surfistas com idade acima dos 50 anos o campeão da primeira etapa, o catarinense Mickey Hoffmann, saiu na frente da bateria final com uma nota 6 pontos. Mas logo foi ultrapassado pelo baiano Jorge Bittencout, que ficou na liderança na maior parte da disputa. Porém nos três minutos finais o catarinense virou a disputa ao seu favor e comemorou a medalha de ouro. O cearense Odalto Castro ficou em terceiro e outro baiano, Jaguaracy Mendes, terminou a prova na quarta posição.



Melhores do pranchão começam a competir amanhã (6)

A partir de amanhã (6), os melhores longboarders do Brasil já estarão na água disputando o título da quarta etapa do circuito brasileiro da categoria. Entre as estrelas da prova, o santista e figura legendária do surf brasileiro, Picuruta Salazar, já estava treinado no dia de hoje (5), assim como o quarto colocado no circuito mundial de 2011, o fluminense Rodrigo Sphaier. O paulista de Maresias, atual vice-líder do ranking brasileiro, Danilo Rodrigo, e baiano radicado no litoral paulista, Carlos Bahia, já se encontram em Itacimirim desde o início da semana.

As disputas pelo título brasileiro de 2012 vão pegar fogo, pois vão restar apenas duas provas para definir o circuito. Quem está para chegar é o líder do ranking, o carioca Phil Rajzman. Filho do ex-ídolo da seleção brasileira de vôlei Bernard, Phil é o campeão mundial de 2007 e lidera o ranking nacional, com vitórias nas etapas do Ceará e Fernando de Noronha. O Mahalo Bahia Festival Surf 2012 distribuirá 25 mil de premiação para a categoria masculina e R$ 5 mil para as meninas.

Esta será a segunda etapa do circuito feminino. A pernambucana Atalanta Batista está na frente, por ter vencido a primeira prova, realizada em Itapuama, litoral pernambucano. Na briga pelo título brasileiro estão a carioca Mainá Thompson, a paranaense Thiara Mandelli e a baiana de Itacaré Aline Chaves(BA). A competição conta ainda com as disputas da Longboard Master, Longboard Junior, Longboard Adulto e Longboard Super Master.

O Mahalo Bahia Surf Festiva tem patrocínio da Mahalo, do Governo do Estado da Bahia, através da Secretaria do Turismo e da Bahia Turismo, e da Prefeitura Municipal de Camaçari. Conta com os apoios da Asa Classic Wear, Edye Radical CO., Bivolt, Teccel, Pousada da Espera, Transamérica FM, Woohoo, ESPN e Wave Beach. O evento é uma realização da Associação Brasileira de Longboard (ABL) e da Associação Nordestina de Surf (ANS) e conta tem a homologação da Confederação Brasileira de Surf (CBS) e da Federação Baiana de Surf (FBSurf).


Resultados da 2ª etapa do Brasileiro Master

Master (acima dos 35 anos)
1) Saulo Carvalho (PB)
2) Marcelo Alves (BA)
3) Takyto Adachi (BA)
4) Roni Ronaldo (SC)

Grand Master (acima dos 40 anos)
1) Fabio Quencas (PE)
2) Cardoso Júnior (CE)
3) Marcio Zanotti (ES)
4) Esdras Santos (BA)

Kahuna (acima dos 45 anos)
1) Claudio Marroquim (PE)
2) Sergio Penna (RJ)
3) Gabriel Macedo (BA)
4) Cardoso Júnior (CE)

Grand Kahuna (acima dos 50 anos)
1) Mickey Hoffmann (SC)
2) Jorge Bittencourt (BA)
3) Odalto Castro (CE)
4) Jaguaracy Mendes (BA)


todos os programas

todas as notícias

1 |  2 |  3 |  4 |  5 
Próxima