woohoo news

notícia


5/4/2012

Mineirinho tenta vaga nas quartas de final em Bells

O paulista Adriano de Souza é o único brasileiro na disputa do título do Rip Curl Pro na Austrália.


Com a eliminação de Taj Burrow na terceira fase, ele passou a liderar o ranking mundial e enfrenta o australiano Josh Kerr na briga por uma vaga nas quartas de final nesta sexta-feira. Mineirinho ganhou o primeiro duelo da quinta-feira de ótimas ondas de 4-6 pés em Bells Beach, mas depois foi batido por Owen Wright na fase da primeira das duas chances para alcançar as quartas de final do segundo desafio do ASP World Tour 2012 na Austrália.

Ele chegou muito perto da sua segunda vitória no dia na onda que surfou no minuto final da bateria, quase repetindo o feito da sua primeira bateria, quando conseguiu a virada no placar contra o australiano Yadin Nicol nos últimos segundos. Contra Owen Wright e o havaiano John John Florence, Adriano também teve a chance e repetiu o aéreo 360 como primeira manobra e seguiu mandando batidas e rasgadas até o fim da onda. Ele precisava de 7,98 pontos, mas recebeu nota 7 e a primeira vaga direta para as quartas de final ficou com o australiano Owen Wright.

As ondas na maré seca melhoraram bastante na tarde da quinta-feira em Bells Beach, mas pela manhã o grande intervalo entre as séries prejudicou as disputas em várias baterias. Adriano de Souza ainda pegou uma onda boa no final do primeiro duelo do dia para despachar Yadin Nicol, mas no terceiro o potiguar Jadson André praticamente não achou nada contra Owen Wright.

O mesmo aconteceu com Taj Burrow, que defendia a liderança do ranking mundial e acabou competindo numa das baterias mais fracas de ondas da quinta-feira. Ele só surfou praticamente uma durante os 30 minutos do confronto com Kai Otton, que seguiu em frente. Com a derrota do australiano, Adriano de Souza assumiu a ponta na corrida pelo título da temporada e a próxima etapa é o Billabong Rio Pro no Brasil, onde Mineirinho venceu no ano passado derrotando o próprio Taj Burrow na grande final na Barra da Tijuca.

As longas calmarias quase vitimaram também o onze vezes campeão mundial na terceira fase. Mas, Slater é Slater! Depois de Nic Muscroft assumir a ponta com uma nota 9,5, Kelly quebrou sua prancha, pegou outra e entrou em uma onda na contagem regressiva para o término. Ele atacou forte o lip e finalizou com um aéreo 360 sensacional na onda que valeu nota 9,23 e a vitória por 17,00 x 16,30 pontos. De tarde, ele derrotou Josh Kerr e o francês Jeremy Flores para confirmar seu nome nas quartas de final.

Os outros dois que já se garantiram foram os australianos Joel Parkinson e Mick Fanning, finalistas do Rip Curl Pro no ano passado e grandes destaques da quinta-feira em Bells Beach. O defensor do título, Joel Parkinson, fechou a terceira fase quebrando todos os recordes do campeonato. Ele igualou a nota 9,87 recebida por Yadin Nicol na quarta-feira, mas atingiu 18,94 pontos com o 9,27 da sua segunda melhor onda surfada na bateria.

Antes disso, Mick Fanning havia aumentando o maior placar do evento para 18,46 pontos na vitória sobre o carioca Raoni Monteiro pela manhã. Na quarta fase, ele fez 18,20 contra Kai Otton e C. J. Hobgood na primeira rodada classificatória para as quartas de final.

O ex-campeão mundial C. J. Hobgood chegou nesta fase graças a uma virada sobre o paulista Gabriel Medina nos últimos segundos da bateria. Ele acertou tudo na onda e ganhou nota 8,93 para superar o brasileiro por 16,70 x 15,60 pontos. Medina, Raoni e Jadson André terminaram em 13.o lugar no Rip Curl Pro, com cada um recebendo 8.500 dólares e 1.750 pontos no ranking do ASP World Title Race 2012.

BILLABONG RIO PRO - Com a única exceção de Adriano de Souza, os outros seis brasileiros já concentram suas atenções para a etapa brasileira do WCT. O Billabong Rio Pro vai oferecer a maior premiação da temporada - 500 mil dólares para a categoria masculina e 120 mil dólares para a feminina - no terceiro desafio da temporada 2012. O palco principal será montado novamente na Barra da Tijuca, mas outras duas locações ficarão preparadas para receber o evento nos dias 9 a 20 de maio, a Praia do Arpoador e o canto do Recreio dos Bandeirantes.

QUINTA FASE – REPESCAGEM – 1.o=Quartas de Final / 2.o=9.o lugar – US$ 11.000 e 4.000 pts:
1.a: Jeremy Flores (FRA) x John John Florence (HAV)
2.a: Adriano de Souza (BRA) x Josh Kerr (AUS)
3.a: Kai Otton (AUS) x Brett Simpson (EUA)
4.a: Jordy Smith (AFR) x C. J. Hobgood (EUA)

QUARTA FASE – 1.o=Quartas de Final / 2.o e 3.o=Repescagem:
1.a: 15.87=Owen Wright (AUS), 15.00=John John Florence (HAV), 14.93=Adriano de Souza (BRA)
2.a: 18.50=Kelly Slater (EUA), 13.10=Josh Kerr (AUS), 12.94=Jeremy Flores (FRA)
3.a: 18.20=Mick Fanning (AUS), 14.07=Kai Otton (AUS), 10.83=C. J. Hobgood (EUA)
4.a: 17.27=Joel Parkinson (AUS), 15.60=Jordy Smith (AFR), 7.00=Brett Simpson (EUA)

TERCEIRA FASE – 13.o lugar – US$ 8.500 e 1.750 pontos:
1.a: Adriano de Souza (BRA) 12.33 x 9.60 Yadin Nicol (AUS)
2.a: John John Florence (HAV) 13.97 x 9.63 Matt Wilkinson (AUS)
3.a: Owen Wright (AUS) 13.77 x 7.17 Jadson André (BRA)
4.a: Josh Kerr (AUS) 15.17 x 9.07 Tiago Pires (PRT)
5.a: Jeremy Flores (FRA) 14.10 x 12.83 Bede Durbidge (AUS)
6.a: Kelly Slater (EUA) 17.00 x 16.30 Nic Muscroft (AUS)
7.a: Kai Otton (AUS) 11.83 x 6.54 Taj Burrow (AUS)
8.a: Mick Fanning (AUS) 18.46 x 15.20 Raoni Monteiro (BRA)
9.a: C. J. Hobgood (EUA) 16.70 x 15.60 Gabriel Medina (BRA)
10: Jordy Smith (AFR) 15.53 x 10.96 Travis Logie (AFR)
11: Brett Simpson (EUA) 15.54 x 12.53 Damien Hobgood (EUA)
12: Joel Parkinson (AUS) 18.94 x 17.37 Fredrick Patacchia (HAV)

QUARTA FASE FEMININA – 1.a=Quartas de Final / 2.a=9.o lugar – US$ 5.000 e 4.000 pontos:
1.a: Paige Hareb (NZL) x Sarah Mason (NZL)
2.a: Stephanie Gilmore (AUS) x Laura Enever (AUS)
3.a: Courtney Conlogue (EUA) x Coco Ho (HAV)
4.a: Sofia Mulanovich (PER) x Lakey Peterson (EUA)

TERCEIRA FASE – 1.a=Quartas de Final / 2.a e 3.a=Repescagem:
1.a: 16.74=Tyler Wright (AUS), 14.50=Sarah Mason (NZL), 14.00=Laura Enever (AUS)
2.a: 18.30=Malia Manuel (HAV), 17.50=Stephanie Gilmore (AUS), 10.34=Paige Hareb (NZL)
3.a: 17.64=Carissa Moore (HAV), 12.60=Coco Ho (HAV), 5.86=Sofia Mulanovich (PER)
4.a: 15.90=Sally Fitzgibbons (AUS), 15.20=Lakey Peterson (EUA), 14.93=Courtney Conlogue (EUA)

João Carvalho - Assessoria de Imprensa da ASP South America - joao@aspsouthamerica.com.br


todos os programas

todas as notícias

1 |  2 |  3 |  4 |  5 
Próxima