AGUARDE
19 março 2017

Stephanie vence na Gold Coast

Hexacampeã mundial supera Lakey Peterson e reencontra a vitória após intervalo de dois anos

Hexacampeã mundial, Stephanie Gilmore também conseguiu o hexa na Gold Coast, igualando o recorde de seis vitórias de Kelly Slater entre os homens. A decisão do título envolveu as duas únicas surfistas que tiraram nota 10 dos juízes nas ondas de Snapper Rocks. A australiana conseguiu o dela na quarta de final contra a tricampeã mundial Carissa Moore. E a norte-americana Lakey Peterson ganhou o primeiro do ano contra a brasileira Silvana Lima na segunda fase.


A última vitória de Steph no CT, tinha sido em 2014. Foto: @WSL / Ed Sloane

No domingo, as duas fizeram grandes apresentações no caminho até a final. Nas quartas de final, Lakey Peterson começou o último dia barrando a atual campeã mundial, Tyler Wright, com um placar de 17,10 a 9,93 pontos. Já Gilmore atingiu 17,50 com nota 10 na última onda do confronto de campeãs mundiais com a havaiana Carissa Moore duas baterias depois. Nas semifinais, Lakey também atropelou a francesa Johanne Defay por 18,60 a 13,70 somando um 9,93 da sua melhor onda. Enquanto Steph teve mais trabalho para superar Sally Fitzgibbons por 16,27 a 14,86 na disputa pela segunda vaga na grande final.


Lakey Peterson surfou muito e promete brigar pelo título esse ano. Foto: @WSL / Kelly Cestari

A decisão do título começou com a australiana botando pressão na americana, surfando com força e velocidade uma boa onda que valeu nota 7,93. Lakey faz apenas 4,50 na primeira, a segunda é um pouco melhor e ganha 5,83 e na terceira tira sua maior nota, 6,83. Gilmore também surfa uma onda mediana de 5 pontos, mas a terceira dela é bem melhor, abre uma parede mais longa para a australiana atacar com manobras potentes e ganhar 8,67 dos juízes. Com essa nota, confirma sua incrível sexta vitória na Gold Coast por 16,60 a 12,66 pontos.

Eu nem consigo acreditar, pois tenho sonhado em voltar a levantar esse troféu há muito tempo.

Para ler sobre a vitória de Owen Wright no CT da Gold Coast, clique aqui.

Texto: João Carvalho / WSL South America

Tags:
COMPARTILHAR