AGUARDE
30 janeiro 2017

O Reconhecimento Internacional de Ricardinho e sua Relação com o "Capítulo Perfeito"

2 anos sem Ricardinho. Poucos anos de carreira foram necessários para que Ricardo dos Santos cravasse seu nome entre os maiores surfistas de sua década e seu nome ficasse na boca de grandes nomes internacionais. Local da Guarda do Embaú, Ricardinho se especializou nas ondas pesadas e tubulares e precisou de muito pouco para tornar-se mundialmente respeitado nos picos mais temidos do planeta. Apadrinhou algumas das ondas mais pesadas do mundo, como Pipeline, Teahupoo e Puerto Escondido, onde conquistou alguns dos títulos mais prestigiados do surfe.

Em Teahupoo, no Taiti, em 2012, Ricardo eliminou Kelly Slater, 11 vezes campeão mundial, o australiano Taj Burrow e só caiu diante de Mick Fanning. Terminou na quinta posição, mas levou para casa o prêmio Andy Irons Forever, por ter feito a apresentação mais inspiradora. No ano seguinte, foi o primeiro brasileiro premiado no Wave Of The Winter pela melhor onda surfada durante a temporada havaiana.

Eu achava que o Ricardo ia ser o Andy Irons brasileiro. O cara era insano, disse Rui Costa, organizador do evento "Capítulo Perfeito"

Em 2015, foi selecionado entre centenas de surfista do mundo todo, numa votação aberta, para competir no Capítulo Perfeito, campeonato destinado a surfistas que gostam de ondas tubulares e que dedicam suas vidas à procura das mais perfeitas. No entanto, Ricardinho partiu no dia 20 de janeiro daquele ano e não conseguiu participar do evento. O também brasileiro Bruno Santos entrou no seu lugar, deu o seu melhor e venceu em homenagem ao compatriota.

Portugal já tem a vantagem de ter uma das melhores costas do mundo com um pouco de tudo, um evento como o Capítulo Perfeito, destinado a portugueses amantes dos tubos, não poderia dar errado. O primeiro evento aconteceu em Peniche em 2012, depois seguiu para Carcavelos no ano seguinte e agora eles desembarcam nas praias do Norte. 

Portugal tem uma costa pequena, mas nós temos ondas tubulares, para iniciantes, temos ondas de point break, temos ondas gigantes; nós temos de tudo, afirmou Rui Costa.

Confira as duas matérias completas que foram ao ar no Woohoo News, na última semana:

 

 

 

Tags:
COMPARTILHAR