AGUARDE
05 fevereiro 2016

O cinema além de Hollywoood

“The Birth of a Nation”, filme que traz a história de uma rebelião de escravos no século XIX, foi o grande vencedor do Sundance Film Festival

the-birth-of-a-nation-2016-nate-parker-armie-hammer-jayson-warner-smith

Nate Parker em cena do filme. (Foto: divulgação)

 
Nate Parker, diretor, roteirista e protagonista do longa, foi aplaudido de pé após o fim da exibição do filme, que ganhou os principais prêmios da noite: o Grande Prêmio do Júri e o Prêmio da Audiência. Essa é a quarta vez que isso acontece na história do festival, que existe desde 1985. Um exemplo da importância dessas duas vitórias é o filme “Whiplash: Em Busca da Perfeição”, que conseguiu o mesmo feito em 2014 e no ano seguinte chegou ao Oscar, conquistando 3 estatuetas.

Os direitos de distribuição do "The Birth of a Nation" foram disputados por grandes nomes do mercado e o filme bateu recorde como a maior compra para uma produção exibida no Festival, recebendo uma quantia de 17, 5 milhões de dólares. O recorde anterior em Sundance era do filme “Pequena Miss Sunshine”, com o valor de 10,5 milhões.

Entre outros destaques, o Grande Prêmio do Júri para documentário ficou para “Weiner” e para cinema mundial ficou para “Sonita”, que também recebeu prêmio do público na categoria. "Sonita" conta a história de uma rapper do Afeganistão que começou a escrever músicas quando sua família tentou vendê-la para casamento. Com 19 anos, a jovem ganhou projeção internacional com o vídeo da canção “Filhas a Venda”, uma crítica à prática comum no Afeganistão. Em Drama, o longa “Sand Storm” foi o grande premiado.

Sonita



Confira a lista completa dos vencedores de 2016:

Grande Prêmio do Júri – Documentário Americano: Weiner.
Grande Prêmio do Júri – Drama Americano: The Birth of a Nation.
Grande Prêmio do Júri – Documentário Estrangeiro: Sonita (Alemanha/Irã/Suíça).
Grande Prêmio do Júri – Drama Estrangeiro: Sand Storm (Israel).
Prêmio da Audiência – Documentário Americano: Jim: The James Foley Story.
Prêmio da Audiência – Drama Americano: The Birth of a Nation.
Prêmio da Audiência – Documentário Estrangeiro: Sonita.
Prêmio da Audiência – Drama Estrangeiro: Between Sea and Land.
Prêmio da Audiência NEXT: First Girl I Loved.
Prêmio de Direção – Documentário Americano: Roger Ross Williams porLife, Animated.
Prêmio de Direção – Drama Americano: Daniel Scheiner e Daniel Kwan, porSwiss Army Man.
Prêmio de Direção – Documentário Estrangeiro: Michael Marczak por All These Sleepless Nights.
Prêmio de Direção – Drama Estrangeiro: Felix van Groeningen, por Belgica.
Melhor Roteiro – Drama Americano: Chad Hartingan, por Morris from America.
Prêmio Especial do Júri – Edição de Documentário (EUA): Penny Lane e Thom Stylinski por NUTS!
Prêmio Especial do Júri – Documentário de Impacto Social (EUA): Trapped.
Prêmio Especial do Júri – Roteiro de Documentário (EUA): Kate Plays Christine.
Prêmio Especial do Júri por Cinema Verdade: The Bad Kids.
Prêmio Especial do Júri – Drama (EUA): As You Are.
Prêmio Especial do Júri – Performance de Destaque: Joe Seo, por Spa Night.
Prêmio Especial do Júri – Performance Individual: Melanie Lynskey, porThe Intervention; e Craig Robinson, por Morris from America.
Prêmio Especial do Júri por Primeiro Filme – Documentário Estrangeiro: Heidi Brandenburg e Mathew Orzel, por When Two Worlds Collide.
Prêmio Especial do Júri por Fotografia – Documentário Estrangeiro: Pieter-Jan De Pue, por The Land of Enlightened.
Prêmio Especial do Júri por Edição – Documentário Estrangeiro: Mako Kamitsuna e John Maringouin por We Are X.
Prêmio Especial do Júri por Atuação – Drama Estrangeiro: Vicky Hernandéz e Manolo Cruz por Between Sea and Land.
Prêmio Especial do Júri por Roteiro – Drama Estrangeiro: Ana Katz e Inés Bortagaray por Mi Amiga del Parque.
Prêmio Especial do Júri por Visão Única e Design – Drama Estrangeiro: Agnieszka Smoczynska, por The Lure.

Tags:
COMPARTILHAR