AGUARDE
18 setembro 2019

Heimana Reynolds impede dobradinha brasileira no Mundial de Park em SP

Brasileiros Luiz Francisco e Pedro Quintas ficam com 2º e 3º lugares, respectivamente

Domingo histórico para o skate park brasileiro. A cidade de São Paulo recebeu a nata do esporte durante o Mundial de Skate Park, promovido pela World Skate, e o que vimos foi uma celebração às quatro rodinhas. A torcida brasileira compareceu em peso ao Parque Cândido Portinari, palco das disputas, e deu resultado porque dos três melhores skatistas da temporada, dois são do time verde e amarelo. Luiz Francisco e Pedro Quintas foram o Brasil no pódio masculino.

Com seu estilo e força, Pedro passeou pelo park e ficou com a medalha de bronze, enquanto Luizinho mostrou toda a sua energia a cada manobra para terminar com a prata. A diferença entre os dois brasileiros foi de apenas 0,5 pontos e eles acabaram perdendo para o havaiano Heimana Reynolds, que encantou os juízes com a sua consistência, fluidez, força e estilo. Ele conquistou 88 pontos na bateria final que ainda contou com Pedro Barros, sexto colocado, e Mateus Hiroshi na oitava posição.


Luizinho voa alto em São Paulo. (Foto: Julio Detefon)

Entre as mulheres, o Japão mostrou mais uma vez que é potência mundial do skate. A japonesa de apenas 13 anos de idade Misugu Okamoto faturou a medalha de ouro e agora é a atual melhor do mundo no skate park feminino. Sakura Yosozumi ainda fez dobradinha nipônica ao ficar com a medalha de prata. Sky Brown, representante da Grã-Bretanha, terminou com a medalha de bronze, mas nem por isso deixou de ser muito aplaudida pelo público brasileiro. O campeonato mal acabou e São Paulo já se prepara para receber os melhores do mundo da modalidade street com a final mundial da Street League, que também vai contar pontos para a Olimpíada de 2020.

 

Japão domina pódio feminino. (Foto: Julio Detefon)

 

Tags:
COMPARTILHAR