AGUARDE
18 março 2019

Dada a largada no QS 6 mil de Manly Beach

Brasil sofre baixas no primeiro dia em Manly Beach

A edição de 2019 do Sydney Surf Pro, disputa de nível 6 mil do QS masculino e feminino, foi aberta com a finalização da primeira rodada do confronto feminino e a realização de 12 das 24 baterias da primeira fase do embate masculino.

Em ondas com cerca de um metro, Piper Harrison foi o destaque dessa segunda-feira. A australiana, que já venceu o Phillip Island Pro em 2017, somou 15.43 pontos e venceu a bateria que também classificou para a rodada seguinte Bethany Zelasko.

O Brasil contou com quatro competidoras nessa fase, mas a única que segue viva na competição é Tainá Hinckel, que no 12º encontro superou as australiana Sophia Fulton, Lara Damelian e Sophie Fletcher.

No embate masculino, a vida dos brasileiros também não foi fácil. Onze representantes da bandeira verde e amarela foram para água, mas apenas quatro conseguiram se classificar foram eles: Flavio Nakagima, Wiggolly Dantes, Victor Bernardo e Krystian Kymerson.


O Brasil ainda contará com a estreia de cinco competidores nessa primeira fase. Foto: WSL / Ethan Smith

 

Uma nova chamada para o Sydney Surf Pro está marcada para essa terça-feira, às 7 horas no horário local, 17 horas dessa segunda-feira no horário de Brasília.

 

O Flash de informação do Woohoo, dessa segunda-feira, falou sobre a abertura desse evento e mutos outros assuntos, confira:

 

Tags:
COMPARTILHAR