AGUARDE
21 fevereiro 2017

Bodyboarder é morto por tubarão na Ilha Reunião

Desde de 2011 foram registrados 20 ataques, sendo 8 deles fatais.

Depois desafiar os avisos e a proibição de surfar na costa da Ilha Reunião, na segunda feira, dia 21 de fevereiro, o bodyboarder “local” Alexandre Naussance, 26 anos, foi atacado por um tubarão e morreu antes mesmo de ser retirado da água por pescadores.

Alexandre que já trabalhou para a Associação de Surfe da região monitorando a presença de tubarões na costa da ilha, que fica no Oceano Indico, perto de Madagascar, foi mordido na perna, perdeu muito sangue e não resistiu aos ferimentos. O governo local disse que na área onde aconteceu o ataque é proibido nadar ou praticar qualquer esporte aquático. A ilha Reunião tem registrado um alto índice de ataques no últimos anos, fato que tem banido o surfe, o bodyboard e outras modalidades de suas águas.

Desde de 2011 foram registrados 20 ataques, sendo 8 deles fatais. Antes do jovem Alexandre ser vítima do tubarão, o último incidente no local tinha acontecido em agosto de 2016, quando um jovem surfista de 21 anos foi mordido por um tubarão touro e teve amputados uma perna e um braço.

Autoridades da Ilha Reunião confirmaram a existência de redes de proteção em várias praias e tem alertado moradores e turistas para evitarem entrar no mar. Top do circuito da elite do surfe mundial, o francês e ex- morador da Ilha, Jeremy Flores fez um emocionado post no Instagram homenageando Alexandre Naussance e se solidarizando com sua família e amigos.

VEJA TAMBÉM OUTROS ATAQUES DE TUBARÃO PELO MUNDO.

Tags:
COMPARTILHAR