AGUARDE
19 março 2017

A volta triunfal de Owen Wright

Australiano, que ficou um ano afastado das competições, garante o título no CT da Gold Coast

Só o fato de Owen Wright ter voltado a competir o circuito da elite mundial de surfe, já era motivo de muito comemoração em Snapper Rocks, na Gold Coast, Austrália. Mas nesse domingo, 19 de março, o competidor mostrou que ele voltou não só a competir contra os melhores surfistas do mundo, mas também a ganhar.

O dia decisivo da primeira etapa do CT 2017 contou com ondas com cerca de um metro e meio e foi marcado por momentos emocionantes. A bateria decisiva foi entre os australianos Owen Wright e Matt Wilkinson, que fez sua segunda final consecutiva em Snapper. O embate estava bem equilibrado, mas Owen fez a diferença com uma nota 8.33 e garantiu a vitória que foi muito celebrada por todos.


A emoção tomou conta da família Wright, que vibrou muito com essa conquista. Foto: @WSL / Ed Sloane

O drama vivido por Owen nesse último ano foi compartilhado por todos os companheiros do circuito e fãs do surfe, por isso a festa por essa conquista foi tão grande. Para entender um pouco melhor o que aconteceu com o Owen, clique aqui.

Antes de chegar na final, Matt Wilkinson eliminou de virado o campeão mundial de 2016 John John Florence, enquanto Owen venceu o campeão de 2014, Gabriel Medina.


Gabriel Medina terminou em terceiro lugar. Foto: @WSL / Kelly Cestari

Por falar no brasileiro, um dos momentos mais emocionantes do último dia do Quiksilver Pro Gold Coast foi protagonizado pelo paulista. Escalado para a última bateria das quartas de final contra Kelly Slater, Gabriel estava perdendo e faltando menos de dois minutos para o fim do embate, ele encontrou uma direita que abriu até a beira. Destilando uma variedade surpreendente de manobras, Gabriel, que estava precisando de uma nota 6, vibrou bastante com o desempenho dele pois sabia que a onda tinha sido boa. Porém em questão de segundos, o brasileiro olhou para trás e percebeu que Kelly também tinha surfado uma onda boa e provavelmente iria trocar nota.

Bastante ansiosos, os dois saíram da água e foram ouvir o resultado na área de atletas. Com um 7.50, Kelly ampliou a vantagem dele, mas não o suficiente para superar Gabriel Medina que arrancou um 9.17.

Para ver a vitória da Stephanie Gilmore também na Gold Coast, clique aqui.

Tags:
COMPARTILHAR