AGUARDE
27 abril 2015

A década de Mineirinho na elite do surfe mundial

No ano em que completa 10 temporadas na elite do surfe mundial, Adriano de Souza tem performance excelente na perna australiana

Em 2015, Adriano de Souza completa 10 anos na elite do surfe mundial. O surfista do Guarujá, em São Paulo, foi o melhor Pro Junior da temporada de 2004. Em sua primeira grande conquista internacional Mineirinho, então com 15 anos, venceu a prova que contava com nomes badalados como Jamie O’Brien, Jeremy Flores, Jordy Smith e Dane Reynolds.

Já a entrada para a elite do surfe mundial aconteceu em 2006, mas foi em 2008 que Adriano de Souza conseguiu pela primeira vez terminar a temporada entre os 10 melhores do mundo. Para ocupar a sétima colocação no ranking final do CT, Mineirinho chegou na semifinal em Fiji e na França.

Determinado a seguir os passos de um de seus ídolos Fabio Gouveia, que venceu 4 etapas do circuito mundial de surfe, Mineirinho começou o ano de 2009 com força total. Após chegar na final na Gold Coast, na Austrália, em Imbituba, no Brasil, Adriano conquistou em Mundaka, na Espanha, seu primeiro título na elite do surfe mundial. A decisão foi contra o australiano Chris Davidson, mas foi na semifinal que Mineirinho teve seu embate mais dramático. Após 9 derrotas para Kelly Slater em confrontos no CT, essa foi a primeira vez que Adriano de Souza venceu o maior surfista de todos os tempos.

A segunda vitória de Adriano de Souza no CT teve um gostinho especial. Após ter deixado o troféu da prova brasileira escapar entre os dedos em 2009, dois anos depois Mineirinho sentiu o calor de sua torcida nas areias da praia da Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro. A sensação era Maracanã em decisão de título, mas neste caso a torcida era só para Adriano de Souza.

Ainda em 2011 Adriano de Souza conquistou sua terceira vitória na elite do surfe mundial. Num evento marcado por altas ondas em Supertubos, Peniche, Portugal, Mineirinho superou Kelly Slater na final. O yankee que vinha de ótimas atuações nas baterias, foi surpreendido pelo brasileiro que já abriu o duelo com uma nota 9. Esta foi a primeira vitória de Adriano sobre Kelly Slater numa final.

Em 2013 Adriano de Souza mais uma vez fez história ao conquistar o evento mais tradicional do circuito mundial de surfe, o Bell’s Beach Pro. Depois de vencer diversas baterias com placares apertados, Adriano de Souza encarou o estreante Nat Young na decisão e levou a melhor.

Esse é o evento mais importante do tour para mim, caras como Andy Irons, Kelly Slater e o meu ídolo Mick Fanning, eles todos tocaram o sino.

Sem nenhuma vitória em 2014 e com a conquitsa do título mundial por seu compatriota, Gabriel Medina, Adriano de Souza começou esta temporada de 2015 determinado a ser campeão mundial. Após uma lesão que o afastou do surfe por 4 meses no final do ano, Mineirinho está seguindo o cronograma do Medina no ano passado e está 100% focado na elite do surfe mundial.

Após ter feito semifinal na Gold Coast, perdido o título de Bells para o australiano Mick Fanning e vencido em Margaret River, Adriano de Souza desembarca no Rio de Janeiro, palco da quarta etapa como líder do ranking e mais confiante do que nunca.

Tags:
COMPARTILHAR